PF prende presidente do Comitê Olímpico do Brasil, Carlos Arthur Nuzman

Foto: Fernanda Rouvenat / G1

O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, além do diretor de marketing do Comitê Rio 2016, Leonardo Gryner, foram presos na manhã desta quinta-feira (5) na Zona Sul do Rio por agentes da Polícia Federal. A ação é um desdobramento da operação Unfair Play, uma expressão que faz referência a jogo sujo no esporte – esta, por sua vez, é mais uma etapa da Lava Jato no Rio de Janeiro. Nuzman é suspeito de intermediar a compra de votos de integrantes do Comitê Olimpíco Internacional (COI) para a eleição do Rio como sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Presidente do COB há 22 anos, Nuzman foi preso por volta das 6h, em sua casa no Leblon.

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon