Dodge é contra justiça comum deixar de julgar crimes cometidos por militares

Foto: Marcos Corrêa / PR

A procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, é contra a justiça comum deixar de julgar crimes cometidos por militares. Uma proposta foi aprovada nesta terça-feira (10) pelo Senado que estabelece novas diretrizes. Os processos de militares acusados de praticar crimes dolosos contra a vida de civis serão transferidos apra a Justiça Militar. O texto deverá ser sancionado pelo presidente Michel Temer. De acordo com a coluna Radar Online, da Veja, Dodge chegou a pedir que a OAB se posicionasse sobre o assunto, mas não deu tempo. Informações de bastidores indicam que o ministro Raul Jungmann (Defesa) articulou junto com o Congresso para que o projeto passasse.

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon