Proprietários de postos são indiciados por irregularidades na venda de combustíveis

Foto: Roberto Parizotti

Os proprietários de quatro postos de combustíveis de Salvador foram conduzidos nesta quinta-feira (3) à Delegacia de Defesa do Consumidor (Decon) e indiciados por irregularidades na comercialização de combustíveis e alimentos nas lojas de conveniência. Uma operação envolvendo cinco órgãos constatou problemas nos estabelecimentos como vazamento de combustível e fornecimento de combustível em quantidade inferior ao mostrado na bomba. Nas lojas de conveniência, foram encontrados alimentos impróprios ao consumo ou com validade vencida. A operação deve acontecer novamente nesta sexta-feira (4). "O objetivo é melhorar a qualidade dos serviços prestados ao consumidor. As empresas autuadas serão ouvidas e os procedimentos relativos as autuações serão instalados com a devida repercussão criminal", explicou a delegada titular do Decon, Idalina Otero. Os proprietários autuados responderão a procedimentos administrativos e criminais. Participaram da operação a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o Instituto Baiano de Metrologia (Ibametro) e a Coordenadoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon).

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon