Temer nega a Maia ter vetado entrada de dissidentes no DEM

Foto: Carolina Antunes/ PR

O presidente Michel Temer negou nesta terça-feira (18) ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que tenha agido para evitar que dissidentes do PSB ingressem no DEM. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, o assunto foi discutido durante jantar realizado para amenizar a crise criada após a revelação de que Temer convidou parlamentares do PSB para migrarem para o PMDB (clique aqui). O presidente informou a Maia que o responsável pela interlocução é o presidente nacional do PMDB, Romero Jucá. No jantar também estiveram presentes os ministros Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), Mendonça Filho (Educação) e Moreira Franco (Secretaria-Geral), além do líder do governo, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) – ao final do encontro, após cerca de duas horas, o progressista negou animosidades entre ambos. "O que existe é muito ruído em um momento como esse, em que se tenta jogar as pessoas umas contra as outras, mas a maturidade dos dois não permite que comprometa relação dos dois", afirmou. No entanto, ao chegar à residência de Maia, não havia ninguém esperando Temer à porta, diferentemente de outras vezes em que compareceu ao local.

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon