ONU decide cortar orçamento para missões de paz, após pressão dos EUA

Foto: ONU

A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas concordou em reduzir de maneira significativa o orçamento para missões de manutenção de paz da ONU. O governo do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, vinha pressionando por esse corte, desejando inclusive que ele fosse ainda maior. Após acaloradas e prolongadas discussões, a Assembleia Geral concordou com um orçamento de US$ 7,3 bilhões para 14 missões de paz na ONU no período de 12 meses que começa em 1º de julho. O órgão de 193 membros da ONU votou por consenso para aprovar US$ 6,8 bilhões em gastos. Além disso, haverá mais US$ 500 milhões para duas missões que estão no processo de redução: a que atua em Darfur, no oeste do Sudão, e a do Haiti. A embaixadora americana na ONU, Nikki Haley, disse após a aprovação do orçamento que "estamos apenas começando" a rediscutir os gastos da entidade.



por Associated Press | Estadão Conteúdo

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon