Tatuador é preso por tortura após escrever 'eu sou ladrão e vacilão' na testa de adolescente

O tatuador Ronildo Moreira de Araújo, 29 anos, e o vizinho Maycon Wesley Carvalho dos reis, 27 anos, foram presos em flagrante por tortura, na noite desta sexta-feira (9), no Centro de São Bernardo do Campo, em São Paulo.


Eles são responsáveis por tatuar a inscrição "eu sou ladrão e vacilão" na testa de um adolescente de 17 anos. O crime, segundo informações da polícia, foi cometido na manhã de sexta-feira.


Na tarde deste sábado (10), a juíza da Inês Del Cid, da Vara Criminal de São Bernardo do Campo, decretou a prisão preventiva dos dois.



G1

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon