STF vai julgar pedido de prisão e afastamento de Aécio em agosto, depois do recesso

Foto: José Cruz/ Agência Brasil


O Supremo Tribunal Federal (STF) vai julgar o pedido de prisão do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e o recurso dele contra o afastamento do mandato apenas em agosto, depois do recesso do Judiciário. A informação foi confirmada nesta segunda-feira (26) pelo gabinete do ministro Marco Aurélio Mello, relator do pedido de prisão feito à Corte pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Inicialmente, o pedido de prisão seria julgado pela Primeira Turma do STF. A defesa de Aécio entrou com o pedido para que o caso fosse analisado pelo plenário do Supremo. Segundo o gabinete do ministro do STF, o processo está atualmente com Janot, que ainda não opinou sobre o pedido dos advogados do senador afastado. Como a última sessão da Corte acontece nesta terça-feira (27), não haverá tempo hábil para que o caso seja julgado antes de agosto.

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon