Membros do GDE presos com 51Kg de drogas

Luiz Frutuoso Lima já tem 64 anos e uma extensa ficha criminal. Ele vendia a droga do bando aos usuários
Mazola Pereira da Costa seria o chefe do bando e estaria distribuindo drogas em parte de Fortaleza e em Maracanaú

Um braço da organização criminosa Guardiões do Estado (GDE) na Capital cearense foi desarticulado, na última sexta-feira (31), durante uma ação da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD). Três pessoas que teriam envolvimento com a facção local foram presas e 51Kg de drogas apreendidos.
Segundo a diretora da DCTD, delegada Patrícia Bezerra, existia uma investigação sobre Mazola Pereira da Costa, o 'Márcio Magneto', 47, que estaria agindo na divisa entre Fortaleza e Maracanaú, distribuindo drogas.

A Polícia apurou que o investigado receberia uma grande quantidade de drogas de fora do Estado. Na casa de 'Márcio Magneto', os policiais avistaram um suspeito entregando uma sacola a outro homem, que saiu, em seguida, em um veículo. Uma equipe da DCTD seguiu o veículo até a Praia do Futuro, onde o suspeito entregou a encomenda para um idoso.

Os policiais realizaram a abordagem à dupla, encontraram 1Kg de maconha e prenderam Francisco Rafael Custódio, 19, que atuaria como 'correria' (entregador de drogas) deste braço da GDE e não tinha antecedentes criminais; e Luiz Frutuoso Lima, 64, que seria o responsável por vender a droga aos usuários e já tinha passagens na Polícia por tráfico de drogas, furto de veículo e roubo de carga.

Apesar da idade avançada de Luiz Frutuoso, a delegada Patrícia Bezerra não se surpreendeu com a participação dele no tráfico de drogas. "Ele tem uma vasta ficha criminal. Em relação ao tráfico, infelizmente é um crime muito democrático. A gente vê a participação de mulheres, pessoas jovens e idosas. Já prendemos um senhor de 90 anos que estava vendendo droga em Caucaia e uma senhora conhecida como 'Vovó do Tráfico', com 70 anos aproximadamente, que registrava 12 passagens pela Polícia. Não tem um perfil específico", afirmou a delegada.

Uma equipe da DCTD permaneceu vigiando 'Márcio Magneto' e realizou uma abordagem a ele. Em sua residência foram encontrados 50Kg de maconha, 360g de crack e 75g de cocaína. O suspeito, que já tem antecedentes por tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo, crimes ambiental e contra o patrimônio público, foi preso. Ele e os outros homens detidos na operação foram autuados por tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Operações

Outras duas pessoas foram presas e mais 14Kg de drogas apreendidos, em duas operações da DCTD realizadas na semana passada. Um deles estava foragido de uma penitenciária, onde era custodiado por ter matado um policial militar; o outro se dizia empresário.


Francisco Rafael Custódio não tinha antecedentes. Ele seria o responsável pelas entregas dos entorpecentes

Na quarta-feira (29), a DCTD realizou uma ação na Comunidade do Lagamar, em que o alvo era um integrante da facção Comando Vermelho (CV), que seria dono de um lava-jato localizado na Rua Floro Bartolomeu. Os policiais da Especializada viram o suspeito, Neilton Silva Figueiredo, saindo do estabelecimento em um veículo Renault Logan, com placas de Belo Horizonte.

Neilton parou no estacionamento de um supermercado, no bairro Joaquim Távora. Segundo a delegada Anna Cláudia Nery, responsável pela investigação, o suspeito estava aguardando um comprador da droga, que não chegou. Após 40 minutos, a Polícia o abordou encontrando cerca de 13Kg de maconha no banco traseiro do veículo e prendeu o homem.

A Polícia investiga se o lava-jato é um estabelecimento de fachada, que funciona como ponto de venda de drogas. O suspeito detido, que não tinha antecedentes criminais, foi autuado pelo crime de tráfico de drogas.

Foragido

A outra operação da Especializada foi executada no bairro Vila Manoel Sátiro, no último dia 27 de março, e devolveu o foragido da Justiça Arimateia Soares Duarte, 30, à cadeia. Após investigação acerca de um suspeito de comercializar drogas na região, a Polícia foi até sua residência e, quando ele saiu do imóvel, o abordou. Com Arimateia, foram encontrados 400g de maconha e 60 comprimidos de Artane (droga conhecida como 'aranha' utilizada no golpe 'Boa Noite Cinderela'). Conforme o delegado Lucas Aragão, que presidiu a investigação, o suspeito tentou fugir e, ao ser capturado, apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no nome de João Paulo Sousa Lima.

Entretanto, quando o homem foi levado à DCTD, a Polícia descobriu que se tratava de Arimateia, que fugiu da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinto (CPPL II), em Itaitinga, em 2 de julho do ano passado, antes de ser julgado pelo latrocínio (roubo seguido de morte), que resultou na morte do cabo PM José Marques Ferreira, em 14 de novembro de 2015, quando o militar tentou evitar um assalto a uma lotérica, do qual o criminoso participava. Agora, ele também responderá por tráfico, uso de identidade falsa e resistência.

Diario do Nordeste

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon