Chapolin é preso em Barbalha armado com revólver e um carro roubado em Petrolina.

O ex-presidiário José Cícero Gomes de Barros, apelidado por ”Chapolin”, foi preso por volta das 20 horas desta segunda-feira em Barbalha.

O ex-presidiário José Cícero Gomes de Barros, apelidado por ”Chapolin”, foi preso por volta das 20 horas desta segunda-feira em Barbalha. uma quadrilha interestadual com ramificações no Ceará, Pernambuco e Bahia. Ele é acusado de integrar uma quadrilha interestadual de assaltantes com ramificações no Ceará, Pernambuco, Bahia e Piauí e estava armado com um revólver calibre 38 tendo cinco cartuchos intactos. Além disso, um veículo Fiat Strada de cor prata e placas FQA-0595, inscrição de São Paulo, roubado no último sábado em Petrolina (PE).


Fiat roubado sábado em Petrolina e que se encontrava com Chapolin (Foto: Reprodução/Redes Sociais)
No imóvel, militares do Serviço de Inteligência do 2º BPM e da Força Tática de Apoio (FTA) de Barbalha apreenderam ainda uma moto de procedência não explicada e placa de Dom Pedro (PI). Segundo a polícia, Chapolin trata-se de um perigoso assaltante acusado de várias ações em cidades do Nordeste e até noutros estados.
Para a Comarca de Juazeiro já chegaram Cartas Precatórias de Petrolina (PE), Rio de Janeiro (RJ), Jaicós (PI), além de Crato, Mauriti e Cariús.

Em Juazeiro, vários postos de gasolina. Num deles responde Ação Penal por roubo juntamente com Cícero Ferreira Moura e Antonio Vicente de Medeiros, cujo Auto de Prisão em Flagrante (APF) foi protocolado na 1ª Vara Criminal da Comarca de Juazeiro no dia 9 de janeiro de 2001. Existe ainda um Inquérito Policial por crimes de trânsito e tentativa de homicídio protocolado no dia 10 de janeiro de 2017 na 1ª Vara Criminal da Comarca de Crato.

Uma das prisões de “Chapolin” aconteceu no dia 4 de outubro de 2009 em uma churrascaria no bairro Aeroporto de Juazeiro por militares do Ceará e Pernambuco. Ele se fazia acompanhar de Antonio Ivan de Castro Barros, o "Parambú"; e José Wellington de Oliveira, o "Etim", que estavam morando num imóvel em Barbalha. Dias antes, “Parambu” e “Chapolin” tinham assaltado uma casa lotérica em Cariús de onde levaram cerca de R$ 15 mil. “Parambu” é de São Paulo e, na época, a PM informou ser fugitivo da cadeia de Jucás.

Já “Etim” é de Juazeiro da Bahia e, naquele dia, estava em liberdade condicional expedida pela justiça baiana. Ele tinha roubado um veículo Fiesta em Petrolina (PE) e o abandonou em Cariús para fugir a um cerco policial. No dia da prisão na churrascaria, Chapolim disse que tinha alugado uma casa na Rua P17, número 166 (Bairro Malvinas) em Barbalha na qual oram encontrados vários objetos pessoais da vítima do assalto praticado por ele e “Etim” em Petrolina. Além disso, cocaína, bala clavas, celulares e dinheiro.


Demontier Tenório

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon