Prefeito de Juazeiro do Norte Raimundo Macedo é novamente afastado do cargo

O prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Antônio de Macedo (PMDB), conhecido como Raimundão, foi novamente afastado de suas funções, após o Tribunal de Justiça do Ceará ter recebido denúncia do Ministério Público do Ceará e aceita pelo desembargador Raimundo Nonato Silva Santos.

O peemedebista é investigado por associação criminosa, concussão e lavagem ou ocultação de bens e valor. Seu filho José Mauro Gonçalves de Macedo, o Maurinho, e Jonatan Carneiro, ambos funcionários públicos, também foram denunciados pelo MP-CE. A decisão proíbe os investigados de frequentarem qual repartição pública.

Imbróglio

Em junho do ano passado, Raimundão foi afastado da prefeitura por decisão do juiz Gucio Carvalho Coelho, também atendendo ao pedido do Ministério Público Estadual.
Na ocasião, MP acusou o prefeito de ato de improbidade administrativa. A Ação Civil Pública foi ajuizada pelos promotores de Justiça Breno Rangel Nunes da Costa e José Silderlandio do Nascimento.

De acordo com a decisão, Raimundo Macedo deveria ser afastado durante, pelo menos, seis meses. Os representantes do MP instauraram o Inquérito Civil Público em 22 de abril de 2015 para apurar supostas irregularidades em uma desapropriação realizada pelo município de Juazeiro do Norte, bem como a realização de permuta de imóvel do município com imóvel da mesma empresa.

Já em 5 de agosto do mesmo ano, o ministro Francisco Falcão, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou o retorno do prefeito à função.

Diário do Nordeste

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon