Jovens são sequestrados em Paraipaba e executados sumariamente na Estrada Velha do Icaraí, em Caucaia


Os corpos apresentavam tiros na cabeça, confirmando execução sumária


As vítimas foram sequestradas em Paraipaba e mortas em Caucaia

Um triplo assassinato foi registrado pela Polícia no começo da madrugada desta segunda-feira (24), na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Os corpos de três jovens foram encontrados crivados de balas às margens de uma estrada, no Município de Caucaia.


Conforme as primeiras investigações da Polícia, os três jovens foram executados sumariamente com vários tiros de pistola. A equipe da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) que foi acionada para atender à ocorrência constatou que todas as vítimas receberam disparos na cabeça. Há suspeitas de que eles teriam sido seqüestrados em outro local e levados até às margens da Estrada Velha do Icaraí, onde ocorreram os assassinatos.

Moradores do local acionaram a Polícia Militar depois que ouviram vários estampidos. Patrulhas do Ronda do Quarteirão e do Policiamento Ostensivo Geral (POG), do 12º BPM (Caucaia) foram mobilizados para a ocorrência e ao chegar no local, na Rua Francisco Porfírio Gomes, encontraram quatro jovens baleados. Três já estavam mortos e o quarto ainda respirava. Imediatamente, ele foi socorrido em uma viatura da PM para o Hospital de Caucaia. Em seguida, os militares acionaram a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que deu início às investigações.

Suspeitos

Ainda no local, surgiram informações de que os quatro rapazes foram sequestrados pelos assassinos no Município de Paraipaba e levados levados para o Icaraí. Eles teriam sido convidados para ir a uma casa de praia e ali acabaram sendo atacados.

Os mortos foram identificados como: José Álisson Sousa do Carmo, José Alidovaldo Sousa do Carmo (irmãos) e Nícolas da Costa Aguiar.
Já o baleado e socorrido pela PM é Francisco Cleílson Batista.

Os corpos das três vítimas foram encaminhados à Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) da Capital com guas cadavéricas expedidas pela Delegacia Metropolitana de Caucaia (DMC).

Fonte:Fernando Ribeiro

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon