PMs entram em confronto com homens dentro de UPA na Capital

Policiais militares do Ronda do Quarteirão e dois acompanhantes de um paciente entraram em confronto dentro da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro Jangurussu, em Fortaleza, na noite de quinta-feira (28). Um dos PMs foi agredido e teve o nariz quebrado durante o tumulto.

Conforme a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o pai de um dos homens morreu após dar entrada na unidade hospitar. Ao tomar conhecimento sobre a morte do idoso, o acompanhante se revoltou, danificou objetos da clínica e tentou agredir profissionais da UPA.

Seguranças tentaram conter o homem, mas não conseguiram. Uma equipe do Ronda do Quarteirão foi acionada para reforçar a segurança da unidade.

O homem e um outro familiar direcionaram palavras de baixo calão contra os agentes e receberam voz de prisão por desacato.
Durante a confusão, um dos suspeitos chutou o rosto de um PM.

Pacientes que estavam na UPA registraram o tumulto. No vídeo é possível ver o momento em que um policial dá socos no rosto de um dos homens.

De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os dois homens foram levados para a delegacia, onde foram autuados em Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por desobediência e desacato, após o tumulto. Um boletim de ocorrência foi registrado no 30º Distrito Policial.

G1/CE

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon