Disputa por território de drogas pode ter motivado uma tentativa de chacina na Região Metropolitana de Fortaleza no fim de semana



Os corpos foram recolhidos pelo rabecão do IML já no começo da manhã de domingo

A rivalidade e disputa pelo território para a venda de drogas teriam sido os motivos de uma tentativa de chacina que terminou em triplo assassinato, na madrugada do domingo (11) ,no Município do Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Além dos três mortos, outras duas pessoas ficaram feridas, a tiros, e uma delas permanece em estado grave.

Segundo o major PM Giorgio Gonçalves, comandante do Ronda do Quarteirão do Eusébio (5ª Companhia do 2º BPCom), o crime aconteceu quando sete bandidos chegaram a um bar onde ocorria uma seresta. Eles estavam em uma caminhonete preta e portavam armas de grosso calibre. Os criminosos desceram do carro já de arma em punho e dizendo que era a Polícia.

Mortos

Os tiros foram disparados para todos os lados.
Dois homens, identificados como Davi Almeida da Silva, 22 anos; e Claírton Lima Valentim, 25 anos, morreram no local. Já o jovem João Paulo Bento da Silva, 25 anos, chegou a ser socorrido por amigos e levados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Aquiraz, onde faleceu logo após dar entrada na Emergência.

A jovem Maria Sheila da Silva foi atendida na UPA e liberada por alta médica. Já o jovem Valdemir da Silva, 21 anos, em estado considerado grave, foi transferido para o Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro), em Fortaleza, onde permanece.

Logo após o crime, os atiradores fugiram na caminhonete a não foram ainda localizados. Equipes da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Perícia Forense do ceará (Pefoce) estiveram no local do crime iniciando as investigações por parte da Polícia Civil.

Fonte:Fernando Ribeiro

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon