Polícia do Maranhão prende cearense suspeito de roubos a bancos e cargas


Cearense João Ramos Fernandes Neto foi preso em Caxias, no Maranhão ( Foto: Richard Lopes )




Foi preso na tarde da última terça-feira (30), na cidade de Caxias, no Maranhão, o assaltante interestadual João Ramos Fernandes Neto, 35, natural de Juazeiro do Norte, no Ceará. O preso é suspeito de integrar uma quadrilha interestadual de roubo de cargas, veículos e bancos.


A prisão foi efetuada por policiais civis de Caxias comandados pelo delegado Jair Paiva. João Ramos foi preso com uma pistola calibre 380 com numeração raspada e um veículo Ford KA, de cor vermelho e placa NQW 4659, que havia sido utilizado em um assalto no último dia 16 de agosto em Juazeiro do Norte.


Assaltante interestadual enganou Polícia do Ceará


O acusado havia sido preso no dia 18 de agosto, na CE-282, nas proximidades da Cadeia Pública de Icó, conduzindo um caminhão F-4.000 que havia sido roubado da casa de um comerciante de Juazeiro, na Rua Paulo Maia, no bairro Santo Antônio. A quadrilha invadiu a casa do comerciante e fugiu levando o caminhão carregado com 500 blocos de tijolos e 1.500 reais, além de celulares.


Quando foi autuado na Delegacia Regional de Polícia Civil de Icó, o acusado apresentou documentos em nome de Francisco da Silva Consolo. Ele foi indiciado por receptação, pagou fiança e foi liberado. Investigações iniciadas pelo delegado de Icó, Marcos Sandro Nazaré de Lira, por meio de reconhecimento fotográfico, chegou-se a conclusão que Francisco da Silva Consolo era João Ramos.


O delegado Marcos Sandro entrou em contato com o delegado de Caxias, no Maranhão, Jair Paiva, e repassou toda a documentação com o nome falso,que resultou na prisão do assaltante.


João Ramos era procurado em vários estados


O delegado Marcos Sandro acrescentou que João Ramos era procurado em vários estados da Federação, como São Paulo, Ceará, Maranhão e Pernambuco. Ele já tinha dois mandados de prisão em aberto das comarcas de Fortaleza e Caucaia.


Marcos Sandro frisou que pedirá a sua prisão preventiva por uso de documento falso e aguarda que mais vítimas compareçam nas delegacias do Juazeiro do Norte, Icó e Caxias, no Maranhão. Somente na região do Cariri ele teria participação em mais de 20 assaltos.








Fonte Diário do Nordeste

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon