Prótese pode ajudar Polícia Civil de Tauá a elucidar homicídio em Catarina


 Prótese pode ajudar Polícia Civil de Tauá a elucidar homicídio em Catarina
Uma prótese inferior, um óculos e um capacete poderão ajudar a Polícia Civil de Tauá a esclarecer a motivação e identificar os autores do homicídio ocorrido por volta de 15h de sexta-feira, 15, em frente a uma residência da Rua na Rua Francisco Cosmo, na cidade de Catarina.
O aposentado e membro do Conselho Fiscal do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município, Sebastião Cosmo Siqueira, conhecido por Sé Basto, 80 anos, estava na porta de sua residência quando dois homens usando capacetes, chegaram em uma moto Honda Titan, cor azul, a procura do neto dele, Mauro César Teixeira de Oliveira, 37 anos, e passaram a efetuar disparos possivelmente de pistola. Durante o tiroteio, o avô tentou defender o neto e foi alvejado diversas vezes vindo a óbito no local. Mauro Cesar também foi atingido mas sobreviveu, sendo socorrido para o Hospital da cidade e depois transferido para o Hospital Dr. Alberto Feitosa Lima, em Tauá, onde permanece internado.

Perseguição
A Polícia Militar de Catarina foi acionada poucos instantes após o crime e saiu em perseguição a dupla juntamente com familiares das vítimas que andavam em outro veículo. Policiais da Delegacia Regional de Polícia Civil que estavam em Catarina, ao avistarem a perseguição, também participaram da ação pela CE que liga as cidades de Catarina e Acopiara. Devido a existência de várias estradas vicinais, os executores conseguiram despistar a Polícia e por pouco não foram presos.

Objetos deixados no local do crime


 Prótese pode ajudar Polícia Civil de Tauá a elucidar homicídio em Catarina
Nos primeiros levantamentos realizados pelos policiais civis da 14ª DP de Tauá, foram encontrados uma prótese de perna direita, um capacete e um óculos. Na hora do tiroteio, um cachorro mordeu um dos atiradores que usava a prótese que caiu no local. O Inspetor Michel informou que o material foi recolhido e trazido para a Delegacia de Polícia Civil de Tauá para ser investigado na tentativa de identificar os autores do crime. Ele e o Escrivão Patrício estavam em Catarina investigando e ouvindo testemunhas do homicídio ocorrido no dia anterior, quando o vereador Valmir do Monte Alegre foi morto a tiros em frente a um bar.

Motivação
De acordo com Polícia, o alvo dos atiradores seria Mauro Cesar, o neto da vítima, que responde por diversos crimes de homicídios praticados na região.

O corpo de Sé Basto será liberado pelo IML de Tauá neste sábado, 16.


Repórteres Lindon Jonhson/Wilrismar Holanda.Via Blog do Wilrismar

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon