Jogador, filho de Acopiara, assina contrato profissional com o Clube Atlético Mogi das Cruzes (SP)

 Jogador, filho de Acopiara, assina contrato profissional com o Clube Atlético Mogi das Cruzes (SP)
O jogador de futebol Pedro Enrick Saldanha Moreira, 17 anos, filho natural de Acopiara (CE), assinou no último dia 06 de abril contrato profissional com o Clube Atlético Mogi das Cruzes (SP) na posição de zagueiro. Conforme o site do clube, o contrato do jovem acopiarense tem vigência até o dia 04 de abril de 2021. Pedro Enrick é filho do casal Beto Moreira e Cassandra Saldanha. Vale destacar que um outro filho do casal, Matheus Saldanha Moreira, é goleiro no time do Ituano (SP).
A reportagem do blog falou com o atleta e ele garantiu que vai representar bem a Terra do Lavrador nos gramados brasileiro.
Mesmo com a pouca idade, o rapaz parece ter muita experiência e será uma das apostas no futebol brasileiro. Pedro Erinck alimenta o sonho de jogar na seleção brasileira. Ele entende que a missão não é fácil, porém vai suar a camisa para atingir os seus objetivos.

Histórico do Clube Atlético Mogi das Cruzes


Fundado no dia 19 de março de 2004, o Mogi das Cruzes Futebol Ltda. enfrentou inicialmente algumas dificuldades. Na época, o regulamento da Federação Paulista de Futebol impedia que clubes da mesma cidade entrassem em competições profissionais. Como Mogi das Cruzes já contava com o União Mogi, a curiosidade fica por não poder disputar o campeonato no ano de sua fundação.


Para diferenciar as duas agremiações, o azul e o branco logo foram parar no estatuto, no uniforme e no escudo do clube. Até agora não houve mudanças desde as suas origens. Em formato tradicional, a logomarca azul traz o nome da cidade sobre uma cruz vazada, com uma imagem de Jesus.


Além disso, a cruz também aparecia em um dos primeiro uniformes da equipe. Em azul-marinho, contava com uma cruz branca na camisa e no calção. Para o segundo uniforme, o padrão era apenas invertido. Atualmente, o fardamento titular é completamente azul, com poucos detalhes brancos.


Na sequência, com a mudança do regulamento, o Mogi das Cruzes estreou como equipe profissional. Seu primeiro torneio foi a Segunda Divisão do Campeonato Paulista, em 2005, no dia 10 de abril, perdendo por 4 a 0 para o Força.


Depois de cinco partidas, enfim, a primeira vitória: no dia 22 de abril, justamente contra o rival da cidade, o União Mogi – vitória por 4 a 1, no estádio Francisco Ribeiro Nogueira. A equipe conquistou ainda mais tr^s empates e não passou da primeira fase.


No ano seguinte, mais uma vez o Mogi esteve inscrito na Segundona e conseguiu um desempenho superior, alcançando a segunda fase. Entretanto, o clube ficou na 14ª posição, além de assistir ao rival União Mogi ser campeão e conquistar o acesso.


Paralelamente à competição profissional, o clube também desenvolve, desde 2006, um trabalho com as categorias de base que, no mesmo ano, estreou no Campeonato Paulista Sub 20. Novamente na Segunda Divisão do Campeonato Paulista, o Mogi das Cruzes almeja chegar à Série A3 do futebol paulista.

Fonte:Lindomar Rodrigues

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon