FORA DE CONTROLE - Facções promovem 'salve geral' no Ceará, com rebeliões em três presídios, ataques e ameaças em quartel da PM, IJF e ônibus

FORA DE CONTROLE - Facções promovem 'salve geral' no Ceará, com rebeliões em três presídios, ataques e ameaças em quartel da PM, IJF e ônibus
Uma viatura da PM foi atacada
com bomba caseira em Sobral
Uma nova onda de ataques de facções criminosas sacudiu o Ceará na noite desta quinta-feira (14) e a madrugada de hoje. Três presídios rebelados, um atentado em um quartel da PM, além de ameaças de invasões a uma unidade da Polícia Civil e a um hospital, ambos em Fortaleza, e a tentativa de incendiar mais um coletivo. Os incidentes de ontem deram sequência à onda de ataques iniciada ainda na noite de terça-feira, quando bandidos incendiaram um ônibus no bairro Vila das Flores, em Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) e deixaram o motorista do coletivo gravemente ferido com cerca de 70 por cento do corpo queimado. Já na quarta-feira, duas torres de transmissão de sinal de celular foram incendiadas, sendo uma delas na localidade de Boqueirão de Araras, em Caucaia; e a segunda no bairro Granja Portugal, na zona Sul da Capital. No mesmo dia, uma ameaça de bomba obrigou a PM a evacuar e realizar uma varredura em busca de explosivos no prédio onde está instalada uma empresa de serviços terceirizados à operadora de celular OI, também em Fortaleza. Já na madrugada de ontem, bandidos invadiram a sede da Câmara Municipal de Sobral, na Região Norte do Estado, e picharam o local com a sigla da facção criminosa PCC.
Pelo menos, três coquetéis molotov (bombas caseiras) foram arremessados no prédio e uma delas explodiu. Noite de terror - Na noite de ontem, três presídios entraram em rebelião. A onda criminosa começo na Casa de Privação Provisória da Liberdade I (CPPL I) no Município de Itaitinga. Ao mesmo tempo, também se amotinaram presos da CPPL do Carrapicho e do Centro de Triagem Criminológica, ambos em Caucaia. Já em Sobral, bandidos lançaram uma bomba contra uma viatura da PM que estava estacionada no pátio externo do Quartel do 3º BPM, danificando parcialmente o veículo. Na cidade de Tianguá, bandido tentaram incendiar um ônibus do transporte escolar. Ameaças - Ainda durante o dia, uma informação dava conta de uma possível invasão ao prédio-sede da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro de Fátima, em Fortaleza. O local recebeu reforço na segurança. Já à noite, a ameaça de invasão teve como alvo o Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro), principal hospital de emergência da Capital. A invasão estaria planejada logo após dar entrada ali um sargento do Corpo de Bombeiros Militar (CBM), baleado em uma tentativa de assalto no bairro Henrique Jorge. Todas as forças de segurança estão em estado de alerta máximo nesta sexta-feira.

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon