Divulgar horários e locais de blitze em redes sociais pode virar crime

 Divulgar horários e locais de blitze em redes sociais pode virar crime
O Detran do Rio Grande do Sul encaminhou para a Câmara dos Deputados um projeto de lei que criminaliza a divulgação de locais de blitzes policiais. Autoridades afirmam que essas informações são usadas por bandidos para fugir da polícia. Caso uma lei deste tipo seja sancionada, muitos usuários do WhatsApp, por exemplo, terão que rever seus comportamentos. Em vários grupos movimentados de Quixadá e de outros municípios da região é comum que alguns membros divulguem a localização de blitzes policiais. Nos grupos do Monólitos Post, que contam com um vasto número de mambros, as regras para participar não são muitas, mas uma delas inclui a proibição de divulgar localização de blitzes. Alguns apontam isto como limitação da liberdade de expressão, mas ao menos por enquanto preferimos evitar esse tipo de divulgação.
É claro que o debate sobre o assunto está aberto.

Para assistir matéria sobre este tema veiculada no Fantástico, noticioso da Rede Globo, clique AQUI.

Fonte Monólitos Post

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon