13 pessoas são detidas em Fortaleza por envolvimento em ataques a bancos

 13 pessoas são detidas em Fortaleza por envolvimento em ataques a bancos
Material apreendido pela Polícia
(Foto: Thiago Paiva/O Povo)
Uma investigação da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) resultou na prisão de 12 homens e um adolescente envolvidos com ataques a agências bancárias, na última semana, em Fortaleza. Eles são suspeitos de participação em recentes assaltos a bancos no Ceará. Os dados da operação foram divulgados nesta sexta-feira, 15, em coletiva de imprensa.
No dia 7 deste mês, foi preso Wilson Braz da Silva Lima, no bairro Maraponga. A Polícia tinha um mandado de prisão contra ele. O homem é suspeito de ter praticado assalto a um estabelecimento comercial localizado no Centro, em Fortaleza, e uma agência bancária em Novo Oriente, interior do Ceará. No último dia 8, foram presos 11 homens e um adolescente. Em uma ação, a DRF prendeu um grupo de sete pessoas, quando a quadrilha se preparava para roubar uma carga de produtos infantis que vinha de Limoeiro do Norte. Os presos são: Francisco da Chagas Silva, Antônio Sérgio da Silva, Adão Geraldo Moura, Marcelo Inocêncio Cordeiro Justo, David Alves de Azevedo, Carlos Roberto e João Batista Valentim do Nascimento. Segundo o delegado da DRF, Raphael Villarinho, a quadrilha interceptada no Centro de Fortaleza é especialista em saidinha e chegadinha bancária e roubo de carga. O titular afirmou que a prisão do grupo foi antecipada, sem o flagrante, com o intuito de preservar vidas, visto que os suspeitos estavam armados.
Foram apreendidos dois revólveres calibre 38 e dois bloqueadores de sinal GPS. Eles vão responder por roubo, roubo de carga, porte ilegal de arma e associação criminosa. Já em outra ação também no dia 8 deste mês, a Polícia Militar (PM) prendeu três homens com um carro clonado, na avenida Beira Mar. O trio é de Santa Catarina. A DRF entrou no caso e passou a investigar, descobrindo que eles são suspeitos de ataques a bancos.
A especializada conseguiu prender mais um homem e apreender um adolescente ligados ao trio. Conforme a Polícia, o grupo teria efetuado cinco ataques a bancos no Interior e na Capital, neste ano: em Farias Brito (1/2), em Cariús (10/2), em Caririaçu (13/3), em Paraipaba (19/3) e nos bairros Aerolândia (29/3) e Centro (28/3), em Fortaleza. A quadrilha vai responder por uso de documento falso, furto a bancos e associação criminosa.


O Povo

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon