Estudante policial é expulsa de sala de aula por está fardada

Estudante policial é expulsa de sala de aula por está fardada
Imagem reprodução Web
A aluna da Universidade Federal do Ceará (UFC) que alegou ter sido expulsa do Campus do Benfica por estar fardada, na noite da última quarta-feira, 3, teria sido orientada a guardar sua arma no cofre da Divisão de Segurança da universidade, conforme a UFC. Em nota enviada nesta quinta-feira, 4, a instituição disse que ela optou por não assistir à aula sem sua arma.

De acordo com a Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar do Ceará (ACSMCE), a estudante não teria guardado sua arma no carro "por motivos de segurança". Outros alunos acionaram a segurança da instituição quando perceberam a presença de uma aluna armada em sala de aula.

Ainda segundo a UFC, os seguranças informaram que a policial poderia assistir a aula fardada, porém não poderia estar portando a arma no local. “Foi sugerido a ela guardar sua arma no cofre da Segurança, mas ela disse não concordar e se dirigiu à Diretoria do Centro de Humanidades, onde foi acolhida, informada de que era bem-vinda e que poderia assistir às aulas como qualquer aluno, inclusive fardada, desde que guardasse sua arma. A aluna, então, preferiu não assistir à aula”, completa a nota.


Após a repercussão do caso, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) disse, em nota, que repudia a conduta adotada pela universidade, “pois expressa um sentimento pejorativo com relação à policial militar e a instituição Polícia Militar”. Segundo a secretaria, não há qualquer impedimento legal para que a servidora frequente as aulas com suas vestimentas e equipamentos de trabalho.

Ato público 

A ACSMCE também publicou uma nota de repúdio à atitude da universidade, pois segundo a policial, a diretora do centro de Humanas justificou que a aluna não poderia permanecer no local por conta do fardamento e não por estar armada.

Um ato público da associação está marcado para as 17 horas desta sexta-feira, 5, na avenida da Universidade. Segundo a descrição do evento, a manifestação será “pelo direito de ir e vir de policiais fardados em instituições de ensino”.


Redação O Povo

4 comentários

Que eu saiba, o PM é autorizado a portar arma EM SERVIÇO. Agora, como a PM FARDADA pode estar assistindo aula?? Não estaria em serviço?? por isso nosso País não presta... enquanto deveria estar cumprindo suas atividades profissionais estava assistindo aula. Muito bem feito... a universidade tem que tirar da sala mesmo.

VC esta totalmente equivocado...PM eh autorizado a portar arma 24h por dia independente de estar de serviço ou folga...se ela não pode assistir à aula fardada e armarda acho que essa universidade não precisa da PM alias a faculdade não merece a atenção e o patrulhamento da PM por lá...e para finalizar nossa País não vai para frente por causa de pessoas iguais a VC caro colega que eh um desinformado,ignorante,arrogante que acha que eh o dono da verdade

Bom... para quem falou que estou equivocado, deve conhecer bem de estatuto militar. Entretanto, no meu estado o Estatuto é bem claro: Art. 50 Paragrafo III j)
o porte de arma, quando oficial em serviço ativo; e
k) o porte de arma, pelas praças, inscrito em sua carteira de identidade militar,
após nomeação para o cargo inicial da carreira, em serviço ativo.

Não considero os PMs super herois que saem de uma "cabine telefonica" muito embora seria bem interesse exercer minha profissão desta forma. Mas a PM em questão não está correta, para sua segurança e dos demais, é inadmissível que a mesma esteja FARDADA E PORTANTO ARMA em local fora de suas atribuições. Isso é bem claro no estatuto militar. Obrigado pelo amigo que me chamou de ignorante. Gde abço.

Ao se identificar seu comentário terá mais relevância.
EmoticonEmoticon